Subscribe Us

header ads

Responsável por gerir auxílio emergencial de R$ 600, Dataprev perde 87 servidores



Responsável por gerir auxílio emergencial de R$ 600, Dataprev perde 87 servidores
Foto: André Borges / Metrópoles

Responsável por analisar os pedidos do auxílio emergencial de R$ 600 a trabalhadores informais, a Dataprev, empresa de processamentos de dados do governo federal, passa por uma diminuição em seu quadro em meio à pandemia de coronavírus. A informação é do Metrópoles.

Somente em 2019, o órgão perdeu 217 empregados. O governo, à época, lançou um Programa de Desligamento Incentivado (PDI) na Dataprev. A intenção do presidente Jair Bolsonaro.

Além dos 217 servidores desligados no ano passado, outros 89 se inscreveram no programa para parar de trabalhar. Os pedidos estão acontecendo no meio da crise.

“O programa teve nível de adesão dentro das expectativas. A economia resultante do PDI 2019 será observada em 2020, considerando que o payback da operação é inferior a 12 meses”, explicou a Dataprev em balanço de contas.

A Dataprev também afirma não há previsão nem estudos para novos desligamentos por PDI em 2020. “Cabe ressaltar que a Dataprev está em processo de encerramento das atividades em 20 estados e que tanto os desligamentos quanto as cessões e transferências em curso estão sendo efetuados dentro do contexto do Plano de Adequação de Quadro (PAQ) da empresa”.

Fonte Bahia notícias

Postar um comentário

0 Comentários