Subscribe Us

header ads

Baiano de 12 anos dono de perfil sobre livros sofre racismo: 'Orgulho de ser negro'

Baiano de 12 anos dono de perfil sobre livros sofre racismo: 'Orgulho de ser negro'
Foto: Reprodução / Instagram
O jovem Adriel Oliveira, de 12 anos, baiano de Salvador e dono de um perfil sobre literatura no Instagram (clique aqui), ganhou apoio de diversos internautas após sofrer ataques de racismo na internet. O fato, que aconteceu no dia 27 de maio, foi compartilhado na rede social e o pequeno leitor respondeu a altura os insultos. 

De acordo com o G1, um perfil que não foi identificado se referiu a Adriel como “porco gordo”. A pessoa por trás da página também disse que “achava que preto era para estar cavando mina, não lendo” e que Adriel “foi criado para ser pobre e preto”. 

Após conselho da mãe, a promotora de vendas Deise Oliveira, o garoto expôs o print dos insultos e rebateu: “As vezes penso: ‘Esse mundo não tem salvação’, mas aí eu lembro dos leitores. Pode até me insultar, mas me insulta direito e com as formas adequadas de escrita. Aprende a escrever, cara. Isso não é um insulto, e sim um conselho. E em pleno século 21, pessoas ainda são racistas? Atualizem-se. Insultos acabam com o psicológico de pessoas fracas, esse tipo de coisa não me abala em nenhum ponto. Aliás, tenho orgulho de ser negro". 

Adriel que está cursando o 7° ano do ensino fundamental é dono da página “Livros do Drii”, criada em 2019. Por lá, ele compartilha informações sobre os livros que lê, faz resenhas críticas sobre as obras e dá dicas de bons livros para leituras. O perfil, que antes era acompanhado por apenas 250 páginas, já alcançou mais de 417 mil seguidores. 

Entre os milhares de seguidores estão famosos como a campeã do “BBB 20”, Thelminha Assis, que mandou uma mensagem de carinho para Adriel: “Meu querido! Que página linda você tem e que orgulho de ter ver transmitindo tanta educação e conhecimento para as pessoas. Esse é o caminho, tá?! Não permita que nenhum tipo de ofensa racista possa te magoar ou atrapalhar os seus objetivos. Somos muito mais fortes do que eles pensam, conte comigo”. 

A modelo Gisele Bündchen também marcou presença nas postagens de Adriel e incentivou que ele prossiga com o projeto na internet. “‘O Pequeno Príncipe’ é um dos meus livros favoritos! Adorei sua página! Continue sendo esse menino especial e dividindo cultura com todos nós”, escreveu. 

Já Fernanda Paes Leme felicitou o garoto pela iniciativa não só pela paixão pelos livros, como também por dividir seu conhecimento com outras pessoas. “Adriel, que menino especial você é. Ler não ocupa espaço e você ainda divide essa sabedoria! Parabéns!”, disse a atriz. 

Entre outros famosos que estão acompanhando o trabalho de Adriel estão o autor de novelas Walcyr Carrasco, os atores Érico Brás, Fabiula Nascimento, Rafael Zulu e Fábio Scalon, além de empresas ligadas a serviço de streaming e venda de livros, como também perfis que são dedicados a literatura. 


Adriel sofreu injúria racial após perfil enviar mensagens ofensivas no Instagram | Foto: Reprodução / Instagram

Postar um comentário

0 Comentários