Subscribe Us

header ads

Baixa Grande – Colégio Estadual José Ribeiro Pamponet comemora 47 anos educando.

 


Hoje , 20 de março de 2021, o colégio Estadual José Ribeiro Pomponet està completando 47 anos educando Baixa Grande,  o colégio estadual que tem uma história gigantesca no município , onde a maioria da população jà teve momento maravilhosos ,onde se preparam para o futuro.





Biografia de José Ribeiro Pamponet

Nascido, na fazenda Caldeirão Encantado, nesta cidade (13-10-1927), falecido, em Baixa Grande (08-03-1962), filho do Sr. Artur Pamponet Boaventura e da Senhora Maria Ribeiro Pamponet, descendente de bisavô francês. Segundo filho de uma família de dez filhos.

Estudou em Feira de Santana o curso ginasial. Continuando os estudos e Salvador, cursando até o 2º científico, embora não tivesse constituído família tem um filho denominado de Jorge Silva Pamponet residente nesta cidade.

Era uma pessoa popular, caridosa e que buscou muitos benefícios para Baixa Grande, como exemplo a criação do Povoado de Nova Sorte (Atual Lagoa do Mamão), comprou terreno por lá e revendeu loteando para pessoas pobres que ali morava,, ficando assim considerado na época como o 1º ato de Reforma Agrária na região.

Foi concursado do cargo de Fiscal da Secretaria da Fazenda, porem exerceu por pouco tempo, por ter se responsabilizado na época, pela família, devido o problema de saúde que houve com o seu pai, não podendo assim se ausentar do município para trabalhar.

Tendo sido eleito como vereador, fez projetos em prol da criação de represas na cidade ara beneficiar a seca que havia na região.

Pelo partido UDN, foi presidente da Câmara de vereadores dessa cidade por 2 gestão, onde tinha como projeto a melhoria da qualidade de abastecimento de água de nossa cidade, procurou fazer uma desapropriação do antigo “Tanque da Nação”, porque era um tipo de água inadequada para uso.

Foi levantado a ideia de candidatar a prefeito da cidade, contudo isso não se realizou.


Foi presidente do Clube 5 de março em 1954, onde conseguiu com amigos, por meio de livros de ouro, angariar doação, para reforma e ampliação daquele estabelecimento no qual fez o salão e construir uma sala de cinema comprou aparelhos etc. os Filmes eram passados nos dias de sábado e domingo, tendo como operador de serviço o Sr. Miguel Almeida, conhecido como Miguel da Usina.


Nessa época, o prédio do clube funcionava onde hoje funciona cesta do Povo.


Acidentalmente no dia 08 de março de 1962, foi que de forma súbita, quando estava em sua residência, fazendo a limpeza de armas de fogo, houve um disparo de uma delas a qual provocou a sua morte. Causando na época um susto muito forte a toda a sua família, como também para toda o povo em geral.

Estes dados foram fornecidos pela sua irmã a Srª. Marise Ribeiro Pamponet, em entrevista realizada pela professora Mari Virgínia Borges Queiroz.

Com informações no Portal Bacia do Jacuipe

Postar um comentário

0 Comentários