Subscribe Us

header ads

Adversários históricos, FHC e Lula almoçam juntos após anúncios de voto contra Bolsonaro


Adversários históricos, FHC e Lula almoçam juntos após anúncios de voto contra Bolsonaro
Foto: Ricardo Stuckert

Os ex-presidentes da República Fernando Henrique Cardoso (PSDB) e Luiz Inácio Lula da Silva (PT) se reuniram para um almoço. O encontro foi revelado pelo petista, em postagem no Twitter na manhã desta sexta-feira (21), e promovido pelo empresário Nelson Jobim, que foi ministro da Justiça de FHC e ministro da Defesa nos governos Lula e Dilma Rousseff.

 

No texto, o petista diz que o almoço teve "muita democracia no cardápio". "Os ex-presidentes tiveram uma longa conversa sobre o Brasil, sobre nossa democracia, e o descaso do governo Bolsonaro no enfrentamento da pandemia", escreveu a equipe de Lula na rede social.

 

A mensagem não indica a data do encontro, mas a publicação ocorre dias após os dois oponentes políticos se declararem apoio em caso de uma disputa contra o atual presidente Jair Bolsonaro (sem partido). 

 

Primeiro veio à tona a declaração de FHC. Convidado do programa Conversa com Bial, exibido na madrugada da última terça-feira (19), na TV Globo, o tucano disse que votaria em Lula porque "ele faz uma ponte aí (...) e é melhor ter a ponte do que alguém que derrube pontes".

 

Na sequência, Lula elogiou a entrevista e admitiu que faria o mesmo. "Fico feliz que ele tenha dito que votaria em mim e eu faria o mesmo se fosse o contrário. Ele sempre foi um intelectual e sabe que não dá para inventar uma candidatura", afirmou no Twitter. O petista já se coloca como pré-candidato à Presidência da República em 2022, enquanto o PSDB, sigla de FHC, ainda não tem nome confirmado na disputa.


Por Bahia Noticias

Postar um comentário

0 Comentários