Subscribe Us

header ads

Pelegrino vê Wagner favorito em 2022 e projeta "desgaste" de Bolsonaro até a eleição

 


[Pelegrino vê Wagner favorito em 2022 e projeta
   Por: Dinaldo Silva/BNews  Por: Nilson Marinho e Luiz Felipe Fernandez

Titular da secretaria de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia, Nelson Pelegrino vê um amplo favoritismo do senador Jaques Wagner (PT-BA) em eventual disputa para voltar à cadeira do Palácio de Ondina em 2022.

Pelegrino, que já foi candidato do PT à prefeitura de Salvador, atribui a vantagem de Wagner ao governo bem sucedido do petista, que emplacou Rui Costa (PT) na sucessão com duas vitórias ainda no primeiro turno. 

Segundo o deputado federal licenciado, a volta do ex-presidente Lula ao tabuleiro político, e a aprovação do atual governador Rui Costa, vão ser cruciais para a vitória de Wagner, amparada pela aliança com o PP e PSD.

"Jaques Wagner é o favorito no processo eleitoral, são 8 anos como governador muito bem avaliados, fez o seu sucessor eleito no primeiro turno. Eu penso que caminha para manter a aliança atual, PT, PSD e PP, que tem capilaridade e força muito grande. E temos um 'plus', que é a candidatura de Lula e do próprio Rui Costa [...] sem dúvidas que é o favorito e ano que vai dar continuidade ao seu projeto", analisa Pellegrino, que não crê que a candidatura de João Roma (Republicanos) chegue a um segundo turno.

"Ele tem em torno de 10 a 14%, o mesmo percentual de apoiadores de Bolsonaro", pondera.

Para o cenário nacional, o petista reconhece que um segundo turno é praticamente inevitável. Uma vitória no 1° turno só aconteceu em 1994, com FHC. No entanto, Pellegrino acredita que a "erosão do governo Bolsonaro" vai aumentar o "desgaste" da sua imagem e sacramentar a sua derrota na busca pela reeleição.

"A erosão do governo Bolsonaro daqui para frente vai crescer, o desgaste vai crescer. Não dá para cantar vitória antes da hora, mas o ex-presidente Lula está fazendo tudo certo [...] de fato, esse governo é de destruição nacional", salienta.


Por Bnews

Postar um comentário

0 Comentários