Subscribe Us

header ads

Com participação da secretária de agricultura, curso de formação de Diagnóstico comunitário participativo (DRT) foi realizado na comunidade da Lagoa Queimada nos dia 22 e 23.




A Secretária Municipal de Agricultura e Meio Ambiente de Baixa Grande, Luciana Borges, juntamente com a Diretora de Meio Ambiente, Claudeise Oliveira, participaram do curso de formação para o Diagnostico Comunitário Participativo (DRP), realizado nos dias 22 e 23/07 na Comunidade Lagoa Queimada. A atividade foi promovida pelo Movimento de Organização Comunitária (MOC) em parceria com as Secretarias Municipais de Agricultura, de Obras e de Educação, e o STTR, teve como mediadores o Técnico Agrícola, Clécio Lima e a Coordenadora Pedagógica, Selma Glória, ambos atuam em nosso município prestando serviços de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER) para as famílias agricultoras na comunidade, por meio da chamada pública ATER Agroecologia, SDR/BAHIATER, Governo da Bahia, que tem como principal eixo de atuação a Agroecologia.

A Agroecologia é uma ciência multidimensional, que pensa a transição para além da técnica agronômica, sua perspectiva integradora e holística, representa um salto na qualidade de vida, um avanço para as relações entre seres humanos e natureza, com respeito e equilíbrio, colocando a vida no centro do debate.

A atividade envolveu agricultores/as, jovens e contou com a participação da Presidente do STTR de Baixa Grande, Erivanda Ribeiro, da Professora Ana Lúcia, e dos líderes da comunidade, Rogério Cerqueira e Francisco Matos. Teve momentos de reflexão e debate sobre as políticas públicas existentes no município votadas para agricultura familiar, as quais muitos já tiveram acesso.
É a Prefeitura de Baixa Grande em busca do fortalecimento da Agricultura Familiar e da Agropecuária em nosso município. 

#PrefeituraDeBaixaGrande
#SecretariaDeAgricultura












 

Postar um comentário

0 Comentários