Subscribe Us

header ads

Para João Roma, polarização entre Bolsonaro e Lula terá impacto na Bahia


Para João Roma, polarização entre Bolsonaro e Lula terá impacto na Bahia
Ministro João Roma | Foto: Bahia Notícias

O ministro da Cidadania, João Roma, fez comentários que podem ser considerados críticas ao ex-prefeito de Salvador, ACM Neto, nesta terça-feira (11). A fala foi durante entrevista ao programa Pânico, na rádio Jovem Pan. Sem citar nomes, Roma sugeriu que o ex-aliado político vai ficar no "limbo" na eleição de 2022.

 

Segundo o ministro, a polarização entre o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e o ex-presidente Lula (PT) terá impacto na Bahia.

 

“O que nós precisamos ver é que não é apenas uma eleição local no estado da Bahia. Nós precisamos fazer um enfrentamento que também se dá como enfrentamento nacional. Então lá (na Bahia), do mesmo jeito, vai ter Bolsonaro versus Lula. E quem não atacar isso de forma frontal e puxar isso para um debate muito objetivo, talvez, fique no limbo nesse período eleitoral”, afirmou Roma, conforme divulgado pelo jornal Tribuna da Bahia.

 

Provável pré-candidato ao governo da Bahia em 2022, ACM Neto se posiciona contra a polarização entre Bolsonaro e Lula. Especula-se que o ex-prefeito de Salvador pode apoiar Ciro Gomes (PDT) na disputa presidencial como uma possível "terceira via". Roma também afirmou que "o Ciro Gomes naturalmente vai ser consumido com a candidatura de Lula", ao cutucar o ex-ministro.

 

Durante a entrevista, João Roma reforçou o discurso adotado por ACM Neto na semana passada que não há acordo entre ele e Bolsonaro, como divulgado pela revista Veja. “Tanto ele [Neto] desmentiu essa aproximação com o presidente Bolsonaro quanto o presidente Bolsonaro já informou que há mais de 8 meses não mantém contato com ele”, disse.


Por Bahia noticias


Postar um comentário

0 Comentários